domingo, 27 de janeiro de 2008

"O guarda que revistou o Alquimista encontrou um pequeno frasco de cristal cheio de líquido, e um ovo de vidro amarelado, pouco maior que um ovo de galinha.- O que são estas coisas? - perguntou o guarda.- É a Pedra Filosofal e o Elixir da Longa Vida. É a grande obra dos Alquimistas. Quem beber este elixir jamais ficará doente, e uma lasca desta pedra transforma qualquer metal em ouro.Os guardas riram a valer, e o Alquimista riu com eles. Tinham achado a resposta muito engraçada, e deixaram-nos partir sem maiores contratempos, com todos os seus pertences.- O senhor está louco? - perguntou o rapaz ao Alquimista, quand0 já se tinham distanciado bastante. - Para que fez isto?- Para te mostrar uma simples lei do mundo - respondeu o Alquimista. - Quando temos os grandes tesouros diante de nós, nunca nos apercebemos. E sabes porquê? Porque os homens não acreditam em tesouros."

(Pág. 198)

Sem comentários:

Enviar um comentário