terça-feira, 15 de setembro de 2009

A certeza e a semente


A certeza e a semente... são coisas que precisam ser constantemente alimentadas... e não por falsas crenças, que apenas as levam à ruína mais rapidamente... mas pelos argumentos que nos dá a própria realidade, tão mais firmes e sólidos quanto mais eficaz a nossa capacidade de ver essa realidade de forma cada vez mais profunda... e de percebermos que os caminhos estão lá sempre, podem é estar encobertos...

Inspirado aqui.

4 comentários:

  1. Desbravar o(s) caminho(s) para que a(s) semente(s) floresça(m).

    ResponderEliminar
  2. Ohhh... Piedade, então, assim não tem piada!! :D E uma pitadinha de contestação, não achas que cairia aqui lindamente? ;)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Tchi: as sementes possuem inúmeras possibilidades e só uma pequena parte dessas possibilidades acaba por florescer. Tal como a nossa molécula de DNA, assim se passa com a de todos os seres vivos; em nós, existem todas as possibilidades e por artimanhas do Universo, apenas parte desse TODO acaba por ser por nós experimentado... mas quanto maior for essa parte (e nós podemos fazer por isso), mais sustentada é a nossa sabedoria e mais certezas estaremos autorizados a ter; mas manda o bom senso que, simultaneamente usemos essas certezas, lhe juntemos um pouco de bom senso e comecemos a questionar em outras direcções... depressa nos apercebermos que para cada certeza existe um número infinito de novas dúvidas que se abrem e podem ser colocadas... e ainda bem que assim é, caso contrário, o que estaríamos aqui a fazer? ;)

    ResponderEliminar