quinta-feira, 29 de outubro de 2009


Julgar-se pior que os outros é um dos mais violentos actos de orgulho, porque é usar a maneira mais destrutiva possível de ser diferente.

(Paulo Coelho)

Se, por algum motivo, nos achamos piores do que os outros... então é fácil; basta tentar melhorar. E se não sabemos como fazer para melhorar, questionemo-nos então o que podemos fazer para ser pessoas melhores (provavelmente a única coisa que realmente interessa). E se não sabemos o que fazer para ser pessoas melhores, então... meditemos... e aguardemos... pois a resposta acabará a chegar até nós....

10 comentários:

  1. Acho que o outro Paulo (conhecido também por Saulo de Tarso), não concordaria nada com a frase!

    Ele considerava-se o principal pecador.

    ResponderEliminar
  2. Aguardemos, então, ... e que a resposta chegue até nós.
    Cada post teu é um passo nesse caminho.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Com qualidades e defeitos...somos humanos...pobre de espirito quem se julga inferior ao seu semelhante...cada um vale o que vale pelo que é...e não pelo que tem...
    Beijo de um anjo

    ResponderEliminar
  4. "E se não sabemos o que fazer para ser pessoas melhores, então... meditemos... e aguardemos... pois a resposta acabará a chegar até nós...."

    Isto é fácil para pessoas que, como nós, gostam de encarar a vida assim. Para pessoas racionais, não saberiam agir nem pensar assim, infelizmente.

    ResponderEliminar
  5. Mitro: não há verdadeiro pecado quando se erra na tentativa de acertar... então para quê martirizarmo-nos?? Só criamos bloqueios com essa atitude... é preciso, sim, ter uma atitude positiva e procurar melhorar... isso sim faz falta!!

    ResponderEliminar
  6. Ana: que bom que as ideias do spiritual permitem esclarecer-te!! Mas as verdadeiras respostas estão sempre dentro de nós... as palavras alheias podem despertá-las apenas, mas nunca substituí-las... este aguardar não é um aguardar passivo... é um procurar... dentro de nós...

    ResponderEliminar
  7. Sonho: e pobre de quem se julga superior também... devemos partir de uma ideia base de igualdade, pois a nossa superioridade ou inferioridade não cabe a nós julgar... teremos sempre uma ideia vaga a esse respeito, pelo que podemos até proferi-la, mas é algo de que não podemos ter a certeza...

    ResponderEliminar
  8. Afonso: não tenho bem a certeza de ter percebido bem o que querias dizer... não me parece haver nada de errado com a racionalidade... a racionalidade desprovida de sentimento é terrível... mas também o sentimento desprovido de racionalidade o é... quando falo em aguardar que a resposta venha até nós, quero dizer que para conseguirmos respostas às nossas questões, precisamos formulá-las primeiro... e formulá-las correctamente é mais de meio caminho andado para conseguirmos uma resposta!!

    ResponderEliminar
  9. Por vezes o caminho mais dolorido...é a espera da resposta...

    ResponderEliminar
  10. Sem dúvida... o que mais dói é não se ter resposta nenhuma... meditar é bom para encontrar algumas respostas... ainda que temporárias, como todas as respostas...

    ResponderEliminar