segunda-feira, 26 de outubro de 2009

O Poder da Meditação, Manon Arcand - Experienciar Deus a partir do interior



Pág.19

A religião cristã ordenou-nos – e ordena-nos ainda muitas vezes – que acreditemos unicamente, e não que conheçamos ou sintamos. Acreditar implica confiança, fé, abertura do coração sem saber, sem ver. Deus, para uma grande maioria dos católicos, por não ter sido “sentido” do interior, porque não foi objecto de uma tomada de consciência, de uma experiência pessoal directa e convincente, apenas existia – e, ainda hoje existe – intelectualmente, hipoteticamente. Não podendo apoiar-nos na nossa própria experiência do divino, tivemos que nos cingir à compreensão transmitida pelos seus representantes, o que originou incompreensão entre o discurso oficial sobre Deus e a nossa própria experiência na vida quotidiana.

Sem comentários:

Enviar um comentário