quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Partidas e Chegadas


Chegar é atingir o que se procura... de facto, muitas vezes, quando se atinge o que se prcura, desencantamo-nos. É por isso que acabamos a nunca conseguir chegar onde queremos... porque temos medo desse desencanto. Mas conseguirmos aquilo que queremos e sermos felizes com aquilo que queríamos, é apenas uma questão de hábito. É preciso aprendermos a reconhecermos quando chegámos, porque às vezes chegamos e não nos apercebemos... e o desencanto na chegada é, normalmente, indício de que ainda não se chegou...
Inspirado aqui.

4 comentários:

  1. Penso que o desencanto só acontece quando se procura por capricho...e não porque se deseja...
    Beijo de um anjo

    ResponderEliminar
  2. Assim é, amiga: o desencanto na chegada é o mais claro indício de que a jornada prossegue. :) Bom resto de semana!

    ResponderEliminar
  3. Sonho: concordo em absoluto contigo. Quando seguimos o nosso próprio coração, é mais do que um simples capricho aquilo a que atendemos; estamos a atender sim a um impulso interno que pode ter motivações maiores do que o nosso entendimento pode alcançar, mas para isso é necessária, de facto, uma mente meditativa, consiga-se lá este funcionamento da forma como se conseguir. E se a motivação é verdadeira, resiste certamente à frustração.

    ResponderEliminar
  4. Árabe: de facto assim é! Embora esse prosseguimento possa, por vezes, adquirir as mais diversas formas... às vezes até parece que não se prossegue.

    ResponderEliminar