sábado, 19 de dezembro de 2009

Desejos tornados realidade


As coisas não se tornam realidade simplesmente porque as desejamos muito, mas que o contrário também é adequado: se desejamos muito, é porque algures no nosso trajecto está essa meta. Separa-nos do que desejamos apenas uma compreensão mais aprofundada das coisas.

Sem comentários:

Enviar um comentário