segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Desejos


O desejo intenso no sentido de algo é geralmente veículo para conseguirmos esse algo mas de forma perecível, enquanto o nosso espírito não é devidamente trabalhado para tal. Muitas vezes a propria vida se encarrega de nos levar ao encontro do que tganto desejamos e nos proporciona essa aprendizagem, mas se as coisas não sucederem naturalmente, levar a cabo algumas técnicas que certos livros como o segredo e outros que tais ensinam, ajuda de facto a preparar o espírito e direcciona as aprendizagens no sentido de nos levar a interiorizar o que precisamos para chegar onde queremos, assim como nos impede de dispersar a nossa energia em desejos que não podemos obter, pelo menos não a curto prazo, canalizando essa energia para aquilo que realmente desejamos. Ajudam-nos a decidir o que realmente queremos e quando isso sucede, as coisas acontecem de facto; afinal de contas o que se passa ao nosso redor é um reflexo do que se passa dentro da nossa mente, só que controlar o rebuliço que é a nossa mente de facto complicado, quase é mais fácil controlar através do exterior... é o que muitas vezes fazemos, mas sem compreendermos que sem mudarmos o que nos vai pela mente, tudo o que sucede ao nosso redor tende a voltar ao mesmo se não existirem mudanças efectivas quanto á nossa forma de pensar e não tão simplesmente como isso, quanto ao nosso entendimento do mundo que nos rodeia. Os nossos desejos tornam-se perecíveis se os realizarmos apenas com base num desejo forte e não numa verdadeira compreensão do Universo e, sobretudo, de nós mesmos... que nos possibilita também uma correcta noção do que está ao nosso alacance a curto prazo e a sermos felizes com o que podemos ter, sem abrirmos mão de algo que realmente desejemos, mesmo que essa concretização seja muito longínqua, mas que desejemos com a confiança suficiente para que um desejo pouco provável não nos manipule nem nos faça infelizes...

4 comentários:

  1. O importante é desejar...e não desistir...
    Desejo te um Santo Natal recheado de muita felicidade
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  2. ...sem duvidas que o desejo tem muita força..passei para desejar um Feliz Natal..beijinhos com muitos Sonhos

    ResponderEliminar
  3. Sonho: obrigada, igualmente. Desistir requer, com frequência, uma boa dose de bom senso e até de coragem. Mas nunca desistimos verdadeiramente, já que nada do que existiu deixa de existir... de alguma forma aquela energia prossegue, podendo, contudo, ser canalizada para outro lugar.

    ResponderEliminar
  4. Angel: se reparares no que diz no post, talvez percebas que eu talvez não acredite bem nessa força desse desejo a que te referes... por um lado, creio que o facto de existir desejo é mais do que uma simples manifestação egóica; é sinal de que isso que desejamos está, de alguma forma, no nosso caminho, sendo a nossa percepção desse objectivo mais ou menos apurada consoante a nossa consciência for mais ou menos sólida. O que verdadeiramente tem poder é a consciência, que derruba as barreiras que existem entre o que desejamos e nós mesmos. Caso contrário, o desejo, mesmo que se chegue a concretizar, revela a sua fragilidade e o objecto desse mesmo desejo acabará, mais tarde ou mais cedo por revelar a sua perecibilidade, pois depressa deixará de ter significado. Felicidades para ti também.

    ResponderEliminar