domingo, 3 de janeiro de 2010

Amor, Liberdade e Solidão, Osho - Leis


Pág.28

“Estão a seguir a lei, que é a coisa mais baixa da existência e a mais feia. Quando se traz o amor perante a lei está-se a cometer um crime (…).
A lei é para os que não sabem amar. A lei é para os cegos, não para os que vêem. A lei é para os que esqueceram a linguagem do coração e apenas conhecem a linguagem da mente.”


Porque quem ama não precisa de leis para saber o que está certo... e as leis complicam tanto... o que está certo é, na maioria das vezes, tão simples de perceber... além de que proporcionam descanso aos que têm preguiça de pensar pela sua própria cabeça... aos que têm preguiça de fazer um esforço por se compreenderem a si mesmos, ao mundo que os rodeia, aos outros... só assim se consegue fazer aquilo que é verdadeiramente certo... é simples, mas dá trabalho!

2 comentários:

  1. olha lá, como é que tu tens tempo para TAAAAAAANTA coisa? loooool

    ResponderEliminar
  2. Beeemmmm... aos blogues e à net junta a escrita, a leitura, os amigos, a escola, as aulas à noite, as saídas, as viagens, o tempo que eu perco de volta da roupa (:P), as idas à piscina, as ajudas à mamy eheheheh e otras cositas más!! ;P Acho que o segredo é manteres os teus objectivos em mente e ires fazendo um pouco todos os dias!! Aproveitar cada pedacinho do dia!! Mas olha que eu agora ando um bocado sem pica... a sorte é que ainda não me marcaram mais aulas à noite... e eu acho que vou aproveitar para SAIR, SAIR; SAIR!!! E otras cositas más ihihihih!! xD

    ResponderEliminar