domingo, 10 de janeiro de 2010

Richard Dawkins - Deus, Um Delírio - Parte VII

Pág.12

"VOCÊ SÓ ESTÁ PREGANDO PARA OS JÁ CONVERTIDOS. DE QUE ADIANTA?

O "Cantinho dos Convertidos" no RichardDawkins.net já invalida a mentira, mas mesmo que a levássemos a sério há boas respostas. Uma é que o coro dos descrentes é bem maior do que muita gente imagina, sobretudo nos Estados Unidos. Mas, de novo sobretudo nos Estados Unidos, é em grande parte um coro "no armário", e precisa desesperadamente de incentivo para sair dele. A julgar pelos agradecimentos que recebi em toda a turnê americana do lançamento do livro, o incentivo dado por pessoas como Sam Harris, Dan Dennett, Christopher Hitchens e por mim é bastante apreciado. Uma razão mais sutil para pregar aos já convertidos é a necessidade de conscientização. Quando as feministas nos conscientizaram sobre os pronomes sexistas, elas estariam pregando só aos já convertidos no que se referia a questões mais significativas dos direitos das mulheres e dos males da discriminação. Mas aquele coro decente e liberal ainda precisava ser conscientizado sobre a linguagem do dia-a-dia. Por mais atualizados que estivéssemos nas questões políticas relativas aos direitos e à discriminação, ainda assim adotávamos inconscientemente convenções que faziam metade da raça humana sentir-se excluída."

Confirma-se: é de uma outra religião que se trata. Pelos vistos há-que cuidar da linguagem, mas Richard Dawkins é ateu e "prega"... para, inclusivamente, os já "convertidos"... e se este senhor fizesse um favor a toda a gente e lesse, quiçá, as palavras de um religioso, que não é certamente detentor da verdade, mas que certamente percebe muito mais acerca dela, e de Deus e sobretudo, de humildade, do que este senhor - o Dalai Lama; veria que basta deixar à responsabilidade de cada um de nós se queremos ser ateus ou não... em que Deus queremos crer... mas que o que façamos e aquilo em que acreditemos, acreditemos de coração! alguém que me vem dizer que o ateísmo é melhor do que as outras religiões, ou que alguma religião é melhor que outra, ou que alguma religião é melhor que o ateísmo, não merece o meu respeito...

Confirma-se também: sentem-se ostracizados por serem ateus!! Pobres coitados, estou cheia de pena deles... pelo menos o motivo do ostracismo tem um nome: ateísmo!! Há pessoas que são ostracizadas simplesmente por serem diferentes, sendo a sua diferença tão diferente que não cabe em qualquer categoria inventada até agora... é assim que se criam os lobbys de pressão; que tendo alguma razão inicialmente, ao agirem sob o recalcamento que sentem a perdem toda. Se achamos que temos alguma coisa a dar, assumamos uma postura humilde. Se por algum motivo nos sentimos ostracizados porque a nossa posição não é a vigente ou maioritária, então que a nossa arma seja a humildade e uma atitude moralmente superior. Coitados dos ateus... são descriminados... são impedidos de casar, de adoptar... não podem aceder a um determinado trabalho porque podem engravidar... ora, meus senhores, ganhem juízo e percebam o que é ser-se verdadeiramente ostracizado!!

Sem comentários:

Enviar um comentário