domingo, 10 de janeiro de 2010

Richard Dawkins - Deus, Um Delírio - Parte IX

Pág.13

"VOCÊ É TÃO FUNDAMENTALISTA QUANTO AQUELES QUE CRITICA.

Não, por favor, é fácil demais confundir uma paixão capaz de mudar de opinião, com fundamentalismo, coisa que nunca farei. Cristãos fundamentalistas são apaixonadamente contra a evolução, e eu sou apaixonadamente a favor dela. Paixão por paixão, estamos no mesmo nível. E isso, para algumas pessoas, significa que somos igualmente fundamentalistas. Mas, parafraseando um aforismo cuja fonte eu não saberia precisar, quando dois pontos de vista contrários são manifestados com a mesma força, a verdade não está necessariamente no meio dos dois. É possível que um dos lados esteja simplesmente errado. E isso justifica a paixão do outro lado."

Ser fundamentalista ou não nada tem a ver com mudar de opinião. Ser fundamentalista tem a ver com querer impor aos demais a nossa própria opinião. Obviamente se temos uma construção sólida que nos serve, não vamos depô-la com base em argumentos; se a essa convicção corresponder o nosso sentir, não vamos mudá-la certamente nem que todos os dados superficiais directamente observáveis para lá indiquem, porque o nosso sentir é muito mais antigo. Os dados vindos da experiência em tempos de uma vida não são suficientes para depôr uma opinião baseada no sentir.

Não, não é possível que um dos lados esteja simplesmente errado. Há sempre alguma razão de ambos os lados.

Sem comentários:

Enviar um comentário