terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Amor, Liberdade e Solidão, Osho - Realidade




Pág.70

“E se é alguém que procura demasiado a realidade, então o amor não é para si. É um sonho, é uma fantasia, é uma ficção – é romance, é poesia. Se procura demasiado a realidade, se é obcecado pela realidade, então o amor não é para si.”

Eu reconheço estas pessoas à distância... podem ser pessoas maravilhosas... mas dão cabo da minha energia... :(

Sem comentários:

Enviar um comentário