segunda-feira, 15 de março de 2010

Amor, Liberdade e Solidão, Osho - Solidão


Pág.160

“A menos que você seja capaz de estar só, a sua busca da verdade continuará a ser um fracasso.”

“A sua solidão é a sua verdade. A sua solidão é a sua divindade.”

“A função de um mestre é ajudar o outro a estar só. A meditação é só uma estratégia para afastar a sua personalidade, os seus pensamentos, a sua mente, a sua identificação com o corpo, e deixá-lo absolutamente só dentro de si, como um fofo vivo.”

“Quando encontrar o seu fogo vivo, conhecerá todas as alegrias e todos os êxtases de que a consciência humana é capaz.”

Pág.163

“Nós nascemos sozinhos, vivemos sozinhos e morremos sozinhos. A solidão é a nossa verdadeira natureza, mas não estamos conscientes dela. Porque não estamos conscientes dela, permanecemos estranhos a nós mesmos e, ao invés de vermos a nossa solidão como uma enorme beleza e bem-aventurança, silêncio, paz e equilíbrio relativamente à existência, confundimo-la com isolamento.”

“Depois de estar sintonizado com a sua solidão, pode relacionar-se com os outros, então as suas relações podem trazer-lhe grandes alegrias «, porque elas não provêem do medo. Encontrada a sua solidão, pode criar, pode envolver-se em tantas coisas quantas queira, porque esse envolvimento não será uma fuga de si mesmo. Agora será a sua expressão, agora será a manifestação de tudo o que é o seu potencial.”

“O seu primeiro e mais primário passo para encontrar o significado e o significante da vida é entrar na sua própria solidão. É o seu templo, é onde habita o seu Deus, e você não consegue encontrar esse templo em outro lugar.”

Sem comentários:

Enviar um comentário