domingo, 14 de março de 2010

Amor, Liberdade e Solidão, Osho - Felicidade



Pág.150

“Se você está a sentir-se feliz, se você se sente feliz com o que quer que esteja a crescer, mais centrado, mais ligado à terra, mais vivo do que antes, então vá, precipite-se. Então não existe medo. Deixe a felicidade ser a pedra de toque, o critério – nada mais pode ser o seu critério.”

“O que quer que as escrituram digam não é um critério, a menos que o seu coração esteja palpitante de felicidade.”

Sem comentários:

Enviar um comentário