domingo, 2 de maio de 2010

A Fórmula de Deus – José Rodrigues dos Santos

Pág.162

“Faça de conta (…) que o espaço é um lençol esticado no ar entre nós os dois. Imagine que pomos uma bola de futebol no meio. O que é que acontece? O lençol curva-se em torno da bola (…) Se eu atirar um berlinde para o lençol, ele vai ser atraído para a bola de futebol, não vai? No Universo passa-se a mesma coisa. O Sol é tão grande que curva o espaço em torno de si. Se um objecto exterior se aproximar devagar, vai embater no Sol. Se um objecto se aproximar a uma certa velocidade, como a Terra começará a andar à volta do Sol, sem cair nele nem fugir dele. E se um objecto andar a muita velocidade, como um fotão de luz, ao aproximar-se do Sol, vai curvar um bocadinho a sua trajectória, mas conseguirá fugir e prosseguir a sua viagem. No fundo, é isto o que diz a Relatividade Geral. Todos os objectos distorcem o espaço e, quanto mais massa tiver um objecto, mais distorcerá o espaço em torno de si. Como o espaço e o tempo são duas faces da mesma moeda, um pouco como a energia e a matéria, isto significa que os objectos também distorcem o tempo. Quanto mais massa tiver um objecto, mais lento será o tempo perto de si.”

Sem comentários:

Enviar um comentário