domingo, 17 de novembro de 2013

O Sentido da Vida, Dalai Lama: ter em consideração as diversas vidas


"Há muitos tipos de felicidade e muitas maneiras de os alcançar, assim como há uma grande variedade de sofrimentos e de maneiras de os suplantar. Todavia, enquanto budistas, devemos aspirar a um resultado duradouro e não a um mero alívio ou a um bem temporário. Os budistas não devem ter apenas esta vida em consideração, mas sim as vidas sucessivas indefinidamente; não devem contar em semanas ou meses, ou mesmo em anos, mas em vidas e em kalpas." (pág.13, "O Sentido da Vida", Dalai Lama)

Nota: "Um kalpa (...) é uma unidade de era cósmica extremamente grande. Segundo a cosmologia budista, os mundos estão submetidos a um processo caracterizado pela alternância de períodos de formação e dissolução. O período que decorre entre o início de um mundo e a formação do mundo seguinte e a formação do mundo seguinte é chamado mahakalpa; este é formado por quatro períodos incomensuráveis  (...) que correspondem às fases de formação, duração e dissolução do mundo, e ao período intermédio de caos que precede a formação de um novo mundo."  (pág.13, "O Sentido da Vida", Dalai Lama)

Sem comentários:

Enviar um comentário